A essência da Transcendência é a real natureza da Eternidade!
- Melchizedek Maharaji -

INSTITUCIONAL

A ACADEMIA PARA CIÊNCIA TRANSCENDENTAL, sob sigla ACT, é uma instituição de natureza associativa, representativa e organizacional, iniciática, filosófica, educacional, artístico e cultural, doutrinário e científico, sem fins econômicos, e com personalidade jurídica distinta de seus associados, que não respondem subsidiariamente pelas obrigações por ela contraídas, aplica integralmente os seus recursos na manutenção e desenvolvimento de seus objetivos sociais.

Aqui temos o prazer de apresentar nossa Cronologia, Carta de Princípios e Regimento Interno, onde demonstramos um pouco da nossa Visão Eucarística.

CRONOLOGIA DA ACT

2012 – Fundação da Academia Para Ciência Transcendental, com sua respectiva Diretoria Executiva e incorporação do Instituto Xamânico Céu Guerreiros da Luz no seio de sua instituição.

2013 – Inicia-se o primeiro ciclo de estudos comparados das tradições ancestrais, culminando na realização de retiros e vivencias como Temascal. A Diretoria Executiva viaja ao PERU, passando por Machu Picchu, Urubamba, Moray, Ollantaytambo, Pisaq e Cusco. Após percorrer todo o Vale Sagrado, a Diretoria Executiva é iniciada no terceiro nível do Reiki e nos mistérios Andinos do Wachuma, trazendo um pouco desta Medicina ao Brasil.

2014 – Inicia-se o segundo ciclo de estudos comparados das tradições ancestrais, culminando no desenvolvimento para-psíquico do Mentor Ghabriel. A Diretoria Executiva viaja a ÍNDIA e abre-se a oportunidade de estudos avançados também para Associados.

2015 – Inicia-se o terceiro ciclo de estudos comparados das tradições ancestrais, que resultou em estudos por parte da Diretoria Executiva em Pitis Sophia, Kabbalah, Eubiose entre outros o que resultaria mais tarde na codificação da metodologia de estudos de Melchizedek.

2016 – A Academia Para Ciência Transcendental vai a Rio Branco – Acre para acompanhar a II Conferência Internacional da Ayahuasca, onde nesta ocasião varias autoridades do saber médico e social se fazem presentes. Neste encontro é firmada varias alianças e os mistérios da ayahuasca, que antes era restrita a Diretoria Executiva, passa a ser compartilhada com dirigentes de outros institutos.

2017 – A Academia Para Ciência Transcendental muda sua sede para perto das montanhas de Belo Horizonte, onde amplia sua excelência no atendimento de seus visitantes. É realizada uma nova configuração do estatuto bem como seus respectivos cargos correspondentes.

2018 – Se encerra os atendimentos de meditação e pesquisa com ayahuasca até então abertos ao público e os Associados realizam um novo feitio. Dá-se o inicio ao quarto ciclo de estudos das tradições ancestrais e a Diretoria Executiva elabora a arquitetura processual do novo Laboratório de Ciências Naturais.

2019 – Até o presente momento o calendário está atualizado e novas práticas são incorporadas a instituição, como aulas de musicalização, medicina vibracional e sonhos lúcidos. Os desenvolvimentos para-psíquicos passam a ser restritos à Associados.

CARTA DE PRINCÍPIOS

Temos por princípio estudar o Homem, pois sabemos que este Enigma guarda em si toda Ciência, Verdade e Realização Interior.

Confiamos que para ser realizado, este ser denominado Homem, deve por si mesmo, trabalhar as virtudes eternas e se conhecendo, acordar para a sua realidade divina, ao qual é eterna suprema e transcendental.

 Trazemos os ensinos da Ciência Transcendental, que se manifestam em diversas escolas, formas e filosofias, e assim, reconhecendo que o conhecimento é universal, queremos desenvolver o respeito a todos os seres, para a nossa completa integração entre nós e o meio que nos cerca.

 Compreendendo as leis que regem a natureza também se compreende as inter-relações entre o ser humano e o meio. Utilizamos estas leis para o aperfeiçoamento humano, utilizando-as a nosso favor.

 Desenvolvemos a mente, corpo e consciência para que dentro da nossa busca se realize o propósito universal, em todos os níveis e dimensões.

 Reverenciamos a Verdade, que é fruto da Coragem de empreender uma busca interior. Esta busca interior é a nossa liberdade pessoal, conhecida nas escrituras antigas como paraíso, o Céu.

 Deixamos como legado nossa identidade, aquela que é EU SOU em nós, e que se manifesta na transmutação do meio em um mundo bem melhor.

 Assim sendo, contemplamos Amor, Verdade, Harmonia, Fraternidade, Alegria, Gratidão, Integração e Realização a todos.

ASSIM É!

AYHEN!

REGIMENTO INTERNO

A Diretoria Executiva da Academia Para Ciência Transcendental, no uso de suas atribuições resolve aprovar o seguinte Regimento Interno:

CAPÍTULO I – Do Código de Ética da Instituição

Art. 01º O respeito e a cortesia ensinada pelo CRISTO JESUS será o norte a guiar a Fraternidade. A cooperação será pautada pelo equilíbrio emocional e mental, com clareza e coerência de palavras e atitudes. É de suma importância a compreensão que a participação em qualquer atividade nesta instituição é voluntária e de espontânea vontade. Acreditamos que a vontade de se conhecer e se realizar é a verdadeira bussola a guiar o caminho de cada um.

Art. 02º Prezamos pela responsabilidade com todos e por isto cada participante só poderá se ausentar das atividades ao término das mesmas. Caso a pessoa faça uso de alguma medicação, ou tenha dúvidas sobre a natureza da instituição, deverá antes entrar em contato com os dirigentes, agendar uma entrevista – para avaliação e instrução; e verificada a compatibilidade do visitante com os ensinamentos propostos será autorizado seu estudo. É importante ressaltar que existem atividades abertas ao público e outras restritas a associados, com seus respectivos direitos e deveres correspondentes.

Art. 03º Constitui dever primordial do visitante o conhecimento e o estudo do presente Regimento, Carta de Princípios e também do histórico cronológico da instituição. Para os associados a leitura e compreensão do Estatuto bem como do atual Ciclo de Estudos é de vital importância, sendo neste sentido um caminho uni-direcionado das atividades da casa.

Art. 04º Tanto os visitantes como os Associados deverão portar documento oficial com foto e contribuir com as receitas sociais afixadas pela Diretoria Executiva, aos quais são auditadas e respaldadas pelo Conselho Fiscal, cuja finalidade única é a realização de seus objetivos sociais e o custeio das despesas. Fica entendido que nenhum Associado terá qualquer tipo de remuneração, e estará impedido de receber qualquer vantagem, de natureza pecuniária ou não, da ACADEMIA, ou em função de sua condição de associado desta. Todas as atividades realizadas têm como base os princípios e objetivos sociais, sendo sempre muito claro e transparente o custo-benefício, e os direitos e deveres nelas correlacionados.

Art. 05º O Livre Arbítrio é Lei Universal Humana e advindo desta compreensão nos consideramos sempre aprendizes do tempo. Nossas relações seguem o fluxo diário de nossa consciência que é modulada de acordo com nosso estágio atual de desenvolvimento, e sendo assim, não nos apressaremos em interpretar experiencias mutáveis e transitórias. Observaremos as configurações dadas, os potenciais nela envolvidos, e seguiremos o fluxo natural de sua própria evolução. Nos lembraremos sempre de dissociar Sujeitos de Circunstâncias e Autoconhecimento de Experiências.

Art. 06º Casos de faltas disciplinares de natureza leve, o Associado será orientado individualmente. Casos de faltas disciplinares de natureza média, o Associado arcará com multas para evitar eventuais desgastes e também será comunicado individualmente. Casos de faltas disciplinares de natureza grave, o Associado será suspenso da Associação pelo tempo definido pela Diretoria Executiva. Em todos os casos, caberá recursos por parte do Associado, sem suspensão da aplicação da pena, com uma Comissão sendo composta para avaliar o caso, conforme disposição estatutária. Todas as penalidades impostas são notificadas as pessoas em questão e em caso de suspensão e recorrência de recursos, a Assembleia Geral será convocada para legitimar a suspensão do infrator à Associação.

§ 1º Compreende-se falta disciplinar de natureza leve como: frequência irregular sem justificativa plausível; falta de pontualidade nas atividades realizadas; questionamentos impertinentes, maledicentes e maliciosos sobre a metodologia da casa; utilizar o nome da Academia levianamente sem contexto com os princípios e regras por ela adotadas; entre outros.

§ 2ºCompreende-se falta disciplinar de natureza média como: atrasos do pagamento da mensalidade da associação; inadimplência com a tesouraria; visitas não autorizadas a outras instituições em nome da ACADEMIA e/ou em função de associado da mesma; entre outros.

§ 3º Compreende-se falta disciplinar de natureza grave como: falta de respeito e urbanidade com associados e visitantes; falso testemunho de palavras e atos perante a todos; utilização bem como porte de substancias nocivas e proibidas por lei; uso ou porte de armas nas dependências da Academia sem exercício legal ou regular de direito; repasse não autorizado a outras pessoas de material cujo os direitos e Royalties pertençam a esta instituição; dano material e imaterial de qualquer natureza à Academia Para Ciência Transcendental; usurpação de cargo ou função da Diretoria Executiva, Conselho Fiscal e/ou Conselho Acadêmico – sendo esta uma atuação ilegítima e portanto não reconhecida por nenhum membro da instituição; entre outros.

Art. 07º Em caso de desligamento do associado de funções correlacionadas a ACADEMIA, o membro deverá se retirar de maneira respeitosa de todos os grupos e círculos de estudos, devendo sempre manter a harmonia com todos. Caso haja propagação de ódio, ofensa, dúvida, discórdia, desespero, tristeza, desinformação ou negatividade por parte do Associado, a Diretoria Executiva será convocada, tomando medidas cabíveis dentro dos Princípios Gerais do Direito, e serão chamadas as devidas responsabilidades, para que o Amor, o Perdão, a Fé, a União, a Esperança, a Alegria, a Verdade e o Bem Maior possam ser restabelecidos, demonstrando o amparo da Lei e da Justiça.

CAPÍTULO II – Dos Objetivos, Meios e Fins da Instituição

Art. 08º A evolução é marcada pela organização, unidade e disciplina com os ensinamentos. Com o objetivo de seguir estes princípios o vestuário de todos os visitantes devem ser o mais discreto possível. A Academia Para Ciência Transcendental – ACT preza pela segurança de todos que nela se encontrem, e para evitar que mal-entendidos surjam, todos os presentes sejam visitantes ou Associados, devem silenciar seus julgamentos afim reduzir imagens estereotipadas, e o tratamento com todos deve ser impessoal, afim de que a própria formalidade da instituição seja preservada. Para facilitar a distinção entre visitantes e Associados, o uso do uniforme se torna obrigatório por parte dos Associados seguindo-se o padrão adotado por todos:

I – Os homens devem vestir calça comprida branca, e camisa polo branca com o símbolo da ACADEMIA.

II – As mulheres devem usar saia branca longa abaixo dos joelhos, e camisa polo branca com o símbolo da ACADEMIA.

Art. 09º Entendemos que a purificação que precede as atividades, facilita a sintonia com pensamentos e emoções mais sutis e refinadas. Devido a isto recomendamos a abstinência completa de álcool, cigarros e drogas, e sugerimos que a alimentação seja a mais leve possível. Meditação e silêncio bem como pensamentos positivos e orações também são recomendados para propiciar uma ambiência harmônica e favorável aos estudos.

Art. 10º Devido à expansão natural da consciência durante as atividades, o revestimento do maior respeito para com o ritual e os demais participantes será demonstrado pela total disciplina. O aguçamento dos sentidos e as orientações do plano intuitivo devem ser seguidos por todos e sua representação será dada através do Conselho da Academia, sendo o corpo de Associados uma equipe auxiliar de apoio e serviço. Todas as orientações sobre as funções e responsabilidades do serviço serão lembradas no início de cada atividade e um relatório final de desempenho da atividade deverá ser elaborado pelo Associado, que terá a oportunidade de se aprimorar cada vez mais, seguindo sempre a experiência do Conselho. O processo de aprendizagem de cada atividade proposta pela ACADEMIA é passível de se repetir em qualquer situação da vida, sempre que a pessoa dele necessitar, não constituindo a insipiência e a ignorância indício de inferioridade e, muito menos, motivo de vergonha.

Art. 11º A hierarquia da ACADEMIA, representada por sua Diretoria Executiva deve ser respeitada, compreendida e aceita por todos com total obediência e disciplina. Uma vez que comungar de nossos princípios é uma escolha individual, livre e de espontânea vontade, e que nossas práticas são respaldadas pelos Princípios Gerais do Direito, não há dúvidas nenhuma de que o seguimento das deliberações emanadas deve ser plenamente acatado, sendo todas as decisões da ACADEMIA compreendida pela totalidade de visitantes e Associados como soberana, irrecorrível e imediatamente aplicável.

Art. 12º Com fim de promover a pesquisa e difusão correta do saber, os conhecimentos técnicos a respeito das Ciências ensinadas na ACADEMIA devem ser salvaguardados por todos os Associados, respeitando o sigilo e proteção jurídica dos mesmos. Todos os cursos bem como apostila e livros devem ser assegurados com firmeza e prontidão, para que não caiam em mãos inescrupulosas. Todo material utilizado é patrimônio da ACADEMIA e, conseqüentemente somente ela pode decidir sobre a utilização de seus Royalties. A prosperidade advinda dos ensinos destas Ciências, deve servir apenas de recursos para integralizar as Virtudes no Ser Humano, por isto nos refugiaremos integralmente na Temperança, no Equilíbrio, na Lei e na Justiça de forma absoluta.

CAPITULO III – Disposições Finais

Art. 13º Os casos omissos ou não previstos neste Regimento ou no Estatuto serão decididos pela Diretoria Executiva, tendo sempre o foco no respeito aos Direitos Humanos Universais e As Leis do Direito Aplicável. Este Regimento Interno revoga as disposições em contrário e começa a vigorar após a sua publicação, podendo ser alterado, no todo ou em parte, quando for necessário, a critério da Diretoria Executiva.

Nestes termos, aprovam e assinam.
Belo Horizonte, 23 de janeiro de 2019.

WELLERSON ABREU DE OLIVEIRA
Diretor Presidente.

GHABRIEL FIGUEIREDO DE ABREU OLIVEIRA.
Diretor Tesoureiro.

HÉLIO FABIANO COSTA MORADO.
Diretor Secretário.