A essência da Transcendência é a real natureza da Eternidade!
- Melchizedek Maharaji -

Shamanismo Moderno

shamanismo

Nos tempos antigos, o shaman – que era um curador da mente, corpo e circunstâncias – estava no centro da tribo ou vida do vilarejo. Ele ou ela poderia inclusive assumir as tarefas de Chefe ou Sacerdote/Sacerdotisa, se não houvesse ninguém para tal, mas a principal função era a de curador (a). O shaman trabalhava, cantava e participava de todas as atividades artísticas e culturais de seu povo.

Em algumas culturas utilizava roupas especiais e elaboradas, quando participava das mencionadas atividades, enquanto que para tarefas mais árduas, isto era impossível. Era assim igual a todos. Quando os serviços do shaman eram solicitados havia uma retribuição em alimentos ou mercadorias necessárias ao dia-a-dia, de acordo com a estrutura econômica da época . Por vezes eram oferecidos serviços de pesca, limpeza, plantação e até a confecção de artesanato durante algum tempo. O importante é que o shaman era parte da comunidade dividindo os sonhos, trabalho e a alegria. Seu isolamento só ocorria em épocas de repressão ou retiros religiosos e assim mesmo era mantido o contato com determinadas pessoas da comunidade.

Um shaman moderno (ou “shaman urbano”) é o que utiliza o conhecimento antigo aplicado ao seu tempo, às novas necessidades.

Eu sempre afirmo aos meus alunos que qualquer pessoa pode ser um shaman na floresta. É muito mais fácil não ter ninguém que cruze seu caminho enquanto faz suas práticas. Como é muito mais fácil não ter que ganhar a vida, trabalhando arduamente. Isto não significa que um shaman tenha que escolher lugares barulhentos e cheios de gente para morar e trabalhar, mas sim que ele leve ao seu núcleo, seu trabalho de cura e de amor. O shamanismo está revivendo fortemente em nossos novos dias e a dificuldade é que o suporte em nossas culturas modernas é muito escasso e isso dificulta muito o trabalho e a ação. Assim o sucesso do shamanismo moderno dependerá de suporte, integração e adaptação.

O conhecimento shamanico depende do grau de consciência, a habilidade em dirigir a atenção e dos poderes da mente e da natureza… Adaptar o conhecimento antigo às civilizações modernas é muito simples pois as pessoas continuam a desejar saúde, prosperidade e felicidade e também sentem amor, medo e raiva. A Mãe Natureza ainda tem 4 elementos: Fogo Terra, Água e Ar . O trabalho de cura do shaman continua sendo o de substituir crenças e expectativas para mudar a experiência dos outros. A sabedoria e a aplicação são as mesmas o que muda é o contexto. Um shaman em uma montanha vulcânica utilizando as mãos para curar uma ferida causada por uma fera utiliza as mesmas práticas que uma dona-de-casa, em seu apartamento , utilizando as mãos para curar um ferimento causado por seu gato de estimação. Os dois utilizam o mesmo conhecimento. As habilidades em telepatia, envio de energia, manifestações dirigidas, mudanças físicas instantâneas, bênçãos e estados alterados de consciência não são afetados pelos tempos modernos. Tudo precisa ser adaptado às modernas circunstâncias.

A integração em nossa moderna sociedade é mais difícil pela sua complexidade e variedade. A maioria dos antigos shamans só tinha um ou dois sistemas culturais para lidar com e assim crenças limitadas para trabalhar. Hoje contamos com um infinito número de sistemas, culturais, filosóficos, religiosos e sociais que obriga o shaman a expandir seu conhecimento e manter uma abertura de consciência enorme, prestando enorme atenção à abundante quantidade de informações que lhe chega a cada instante.

Mais do que nunca a necessidade de cooperação entre os shamans modernos se faz necessária para que tenham suporte em suas práticas e em suas emoções. Mesmo eles precisam de amigos e de quem lhes ajude! Com isto eles precisam aperfeiçoar a arte da cura para “doenças modernas”. A nossa contribuição foi a fundação da Academia Para Ciência Transcendental que dá suporte a todos os praticantes da Ciência Espiritual, mas shamans de diferentes culturas também precisam cooperar mutuamente. A profunda cooperação é a chave, pois o shamanismo não tem hierarquia e possui uma filosofia totalmente democrática. Existe uma enorme quantidade de cura a ser feita em nós mesmos e nos outros. Então façamos isso juntos dentro do espírito do Amor.

Leave a Comment